Os melhores pratos do nordeste

pratos do nordeste

Conhecer o Brasil e viajar com destino ao nordeste com certeza pode ser uma ótima opção para as suas férias. E qual é a melhor forma de conhecer essa região se não por seus pratos? Por isso trouxemos os melhores exemplos da culinária nordestina. 

Viajar engloba diversos benefícios e momentos muito divertidos, e, nesse contexto, um deles é experimentar uma nova culinária. No nordeste, encontramos pratos que são famosos no Brasil inteiro, então, por conta disso, conhecer a parte gastronômica será de grande valia para você. 

A sua jornada pelo nordeste só estará completa quando você experimentar os melhores pratos da região, e alguns deles nós trouxemos aqui. Além disso, se você se apaixonar por qualquer um desses pratos, você encontra a receita na internet e pode replicar em sua casa. Vamos lá? 

Acarajé 

Falar em nordeste com certeza remete os nossos pensamentos ao acarajé, que é uma iguaria baiana. Não há forma melhor de começar a nossa lista! Isso porque o acarajé, apesar de ser da Bahia, é consumido em larga escala no nordeste inteiro – inclusiva no Brasil também, sem distinções. 

Claro que esse prato pode ser encontrado em qualquer lugar, mas imagine como será a experiência de comer um acarajé em seu local de costume. A sua massa é feita, basicamente, de feijão-fradinho, sal e cebola. Depois disso, o bolinho de acarajé será frito no azeite de dendê. 

No caso do azeite de dendê, ele foi trazido como uma inspiração da culinária africana, embora hoje já seja típico no Brasil a fora. É importante ressaltar esses ingredientes que vieram de outros locais, mas que já estão incorporados em nossa gastronomia nacional. 

Depois que o acarajé está pronto, você pode comê-lo com o acompanhamento de outros ingredientes, como a pimenta, salada, caruru, vatapá e camarão. 

Se você estiver na Bahia, em qualquer lugar será possível encontrar um acarajé típico local, pois já é comum ver esse prato com uma certa frequência. 

Vatapá 

Outra comida muito típica no nordeste é o vatapá, que inclusive também está no acarajé, mas aqueles que não desejarem podem pedir a remoção na hora de montar o prato.

Dessa maneira, o vatapá está entre os mais pratos mais típicos quando estamos falando sobre a culinária afro-brasileira. Para fazer o vatapá é simples, você vai precisar de leite de coco, farinha de rosca (que pode ser substituída por fubá), amendoim, azeite de dendê, pão, pimenta e castanha-de-caju. 

Porém, se engana quem acha que o vatapá só pode ser servido no acarajé. Na verdade, esse é um ótimo acompanhamento para o arroz, por exemplo, sendo o “creme amarelo” perfeito para transformar qualquer refeição e elevar o sabor do prato. 

Baião de dois 

O baião de dois já se tornou muito popular no país inteiro, mas todos que experimentam em outra região e depois do nordeste conseguem notar a diferença. O prato é ainda mais saboroso quando você come no local de origem. 

Depois do acarajé, o baião de dois é o principal prato buscado por turistas que estão conhecendo a região nordestina do país. Esse prato tem origem no estado do Ceará, e nele você encontra, no mínimo, ingredientes comuns do dia a dia, como o queijo coalho, arroz, carne seca e feijão. 

A história da origem do baião de dois já é uma unanimidade entre os cearenses. O que acontecia antes é que, por conta das dificuldades em períodos de seca, os moradores juntavam o que sobrava do feijão e do arroz, acrescentando queijo coalho e carne seca no cozimento. Apesar de ser simples, ela surpreende no sabor. 

Moqueca 

A moqueca também é muito conhecida no Brasil, mas quando esse prato se espalhou pelo país cada um adotou uma forma diferente de fazer. No entanto, o prato original do nordeste traz dois ingredientes típicos para fazer a moqueca, que são o azeite de dendê e o leite de coco. 

Esse prato pode estar acompanhado de farofa, arroz e pirão. 

Aprenda como fazer moqueca de peixe.

Cuscuz 

E, por fim, trouxemos o cuscuz, que não é apenas típico do nordeste, mas também é um prato diário, que podemos encontrar na rotina dos nordestinos. 

Como forma de inovar na receita do cuscuz comum, muitos nordestinos umedecem a massa do cuscuz utilizando manteiga ou até mesmo leite de coco.